Atividade

Sessão principal 2 – Cooperação Digital: uma perspectiva latino-americana

24 de Setembro

Sala 1 | 16:00 - 17:30

A sessão abordará a questão da Cooperação Digital, sendo que o tema continua em alta, com uma série de ecos na agenda do IGF global. Tendo em vista o papel central do Brasil na agenda digital e que o FIB é um dos maiores fóruns nacionais, congregaremos stakeholders da América Latina em um esforço de troca de experiências e compreensões sobre este processo global coordenado pelo IGF e pela ONU na busca de aprimoramentos para os mecanismos de cooperação digital. Os participantes serão convidados a expor entendimentos e propostas para um aprimoramento da cooperação digital, principalmente pela perspectiva regional da América Latina e Caribe, e como cada país pode colaborar nesse sentido. A sessão terá duração de 1h30min. Os participantes farão intervenções iniciais de até 8 minutos cada. Na sequência, haverá um debate aberto com a audiência (40 min). Os 10 minutos finais serão reservados para a apresentação da edição recém lançada dos Cadernos CGI.br com a tradução para o português brasileiro do relatório do painel de alto nível da ONU sobre cooperação digital. Algumas questões para guiar o debate: (i) como melhorar a cooperação digital no mundo com base nas recomendações e mecanismos propostos pelo painel de alto nível sobre cooperação digital e pelo “Roadmap” lançado pelo Secretário-Geral da ONU?; (ii) neste contexto, quais as perspectivas para maior cooperação digital na região LAC? A sessão contará com tradução simultânea espanhol/português/espanhol.

- Henrique Faulhaber (Calandra Soluções, Brasil) [moderador]
- Demi Getschko (NIC.br, Brasil)
- Raúl Echeberría (Consultor, Uruguai)
- Edson Prestes (UFRGS, Brasil)
- Lia Hernández (Ipandetec, Panamá)
- Maryleana Méndez (ASIET, Costa Rica)
- Taís Niffinegger (Anatel, Brasil)

Ir para o topo